quinta-feira, 7 de julho de 2011

SERÁ QUE FALTA CARINHO?

Futebol se desaprende? Não dizem que é como andar de bicicleta, uma vez que se aprende, nunca mais se esquece? Pois alguns jogadores do Grêmio parece que esqueceram como se joga futebol. Marquinhos não disse a que veio e Escudero que até deu um "pití" no banco de reservas, foi justamente sacado por não ter passado de nada mais que esforçado. Rochemback está perturbado com alguma coisa que ainda não sabemos o que é, porque se procurarmos justificativas para os seguidos erros bisonhos dele, não vamos encontrar. Gilberto Silva na estréia, não jogou mais do que jogaria Adílson ou Magrão. Pelo menos ontem (dado os descontos de entrosamento e a própria estréia) não justificou a contratação. André Lima está fora de forma sim, mas a bola também não chegou. E Leandro tem que voltar a jogar futebol e deixar os salões de cabelereiros de lado. Miralles não poderia ter entrado tão tardiamente na partida. Mário estava tão nervoso que não conseguiu apoiar e nem ao menos marcar Montillo. Rafael Marques, Saimon e Marcelo Grohe foram discretos. E o melhor do time ontem foi Neuton, que teve presença ofensiva e defensiva. Por isso, é importante a sua manutenção no clube. Julinho ainda não deu sua cara ao Grêmio, mas daremos um voto de confiança. Com a bola que Marquinhos e Escudero jogaram, Douglas realmente é imprescindível.
Como tantas vezes Renato colocou nas entrevistas do ano passado (e nenhuma neste ano), será que os jogadores estão precisando de carinho?

Até amanhã!

Nenhum comentário:

Postar um comentário