quinta-feira, 4 de agosto de 2011

MAIS DO MESMO....

A demissão de Julinho Camargo era previsível, com todo o respeito a ele que é um profissional, mas ainda não tem "cancha" suficiente para treinar o Grêmio. E no momento em que alguns jogadores estão desmotivados não dá para contemporizar com um este estado anímico. Não se pode insistir com André Lima se este claramente não corre, não busca jogo e ultimamente nem cavar pênalti ou reclamar do juiz ele estava fazendo. Conhecendo seu histórico, já basta para vermos que está desinteressado das coisas do tricolor. A volta de Paulo Paixão é uma grande notícia. A preparação física vai desmascarar que está ou não está afim de vestir esta camisa. Não haverão mais desculpas sobre condicionamento. A outra providência é a contratação de um técnico para chegar chutando a porta do vestiário como fez o Pelaipe. E acho que é o Celso Roth. Ele pode até ser teimoso, cometer suas gafes e ter suas teimosias, mas não se omite em trocar peças que não rendem. Com Roth no comando, a questão é: SER PRAGMÁTICO E VENCER OU JOGAR BONITO E NÃO VENCER?
Gosto do futebol bem jogado mas o momento é para começar a fazer pontos urgentemente. E para isso o Celso serve. Quanto a Brandão e Bruno Rodrigo, vamos aguardar que dêem resposta melhor do que os que estão aí, porque se for para gastar por gastar, ficamos com o que temos.

ATÉ MAIS.   COMENTE NO BLOG  http://www.conscienciagremista.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário