segunda-feira, 1 de agosto de 2011

QUANDO OS ÍDOLOS CAEM...

Você já viu aqueles filmes de aventura sobre descobertas e escavações e tal que quando o mocinho acha uma estatueta a chama de ídolo?  Pois é. No momento, até nossos ídolos são feito de barro. Renato que não conseguiu fazer o time jogar, era nosso porto seguro. Confiávamos que sua imagem e semelhança seria passada à forma da equipe jogar. Mas Renato era ponta-direita na sua época aurea e essa posição não existe mais. Seria quase como buscar nos escombros da história um time que soubesse atacar pelas pontas e cruzar bolas na área. Nosso ídolo Renato perdeu-se no deserto e ninguém conseguiu resgatá-lo. Ronaldinho, outro ídolo, foi descoberto em solo tricolor e roubado de nossas mãos para circular pelos museus luxuosos do mundo desfilando sua estampa radiosa até quase voltar para o satuário, mas acabou exposto na cidade maravilhosa para deleite dos cariocas cheios de marra. E o que nos havia sobrado era o protetor de nossa  civilização tricolor dos pampas, que por vezes costuma ceder seu poder de guardião a vilarejos maiores, mas quando volta, vem carregando consigo cargas negativas de agouros e "maus-olhados" para seu povo adorador. VICTOR, um ídolo não pode jamais dar chance para um inimigo mortal sob pena de ser destituído de seu lugar cativo. Não se brinca com criaturas místicas que tem tanto poder quanto se possa imaginar. Nesse caso, o poder de destruir com a fé e esperança do povo gremista que está com orgulho ferido e agora, sem confiar no seu toten.

NOTÍCIAS....

Que bom que Vicente Martins tomou a liberdade de sair do futebol. Estava uma bagunça generalizada, a cabeça não estava boa para tomar qualquer atitude que fosse melhorar a situação e, nunca foi um grande vice de futebol mesmo. Acho o Pelaipe vem aí. Pelo menos é mais capacitado.

Wellington Paulista seria um bom reforço mas acho não não vai rolar pelos impeditivos da FIFA..

Porque não arriscar um 3-5-2 liberando os laterais, mantendo o Adílson na meia e Gilberto Silva ora como terceiro zagueiro ora como volante. Para quem não lembra, o Grêmio já jogou assim o Réver....

ORGULHO FERIDO, MELHOR NÃO DIZER MAIS NADA PARA NÃO SE ARREPENDER E  SE CONTRADIZER DEPOIS...  

ATÉ AMANHÃ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário