segunda-feira, 31 de outubro de 2011

NÃO PERCA A CABEÇA, RONALDINHO!

O jogo contra o Flamengo foi um sufoco!!! Muito mais pela gana querer superiorizar-se ao Ronaldinho do que ao rubro-negro. Pareceu que a pressão da torcida não estava afetando o jogador, porque se tem uma coisa que ele já teve ter provado na sua carreira, é a vaia dos adversários. E achar que só porque eram os gremistas que o estavam renegando faria alguma diferença, foi bobagem. Fizemos nossa parte e enquanto o Flamengo esteve de sangue doce, Ronaldo também fez a sua. Quando sofreu o empate, a instabilidade tomou conta do Fla e de seu capitão, fazendo com que o dentuço se irritasse com as marcações do árbitro. Para nós, depois de sair perdendo por dois de diferença para um postulante ao título, a virada seria quase impossível. Assim como imaginar que a reação viria dos pés de André Lima. Celso Roth a cada dia prova que é treinador de um tempo só. Ou acerta no primeiro ou segundo tempo. Por vezes escala bem e troca mal. Pois ontem, sua correção de rumo foi providencial. O segundo tempo tricolor foi de luxo. Gilberto Silva sobresssaiu na zaga. R-10 virou R-0. Fora o gol de Douglas que estava devendo, a cereja do bolo foi o gol de Miralles. Um atacante titular para o ano que vem. Esqueçam Kléber "problema", pois aqui quando expulso ficaria 10 jogos fora ao invés de 2 ou 3 (para o Rio Grande multiplica-se a pena por 3). Tragam Mestre Jonas de volta.O sofrimento do primeiro tempo deu lugar ao domínio gremista no segundo. Foi revigorante, sentimo-nos vivos novamente e matamos o algoz que outrora aliado nos deu alegrias. Provamos que NO OLÍMPICO, NO NOSSO CHÃO, NÃO EXISTE RONALDINHO GAÚCHO, EXISTE O TRICOLOR GAÚCHO.O 4 X 2 FICOU BARATO.

http://www.conscienciagremista.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário